A grande festa do futebol será no Brasil em 2014 e as preparações para o evento são muitas. Sem entrar em detalhes sobre atrasos ou falhas pontuais de infraestrutura que remetem a falta de organização, estádios estão sendo construídos ou reformados, sobram investimentos em aeroportos, em adequações de transporte e vias nas cidades-sede e nos meios de comunicação a Copa do Mundo no Brasil é tema diário, mesmo por que, uma prévia do evento acontece ainda em 2013 com a Copa das Confederações.

O ramo logístico é um dos mais interessados no assunto. De acordo com a Fiesp de São Paulo, “o total de investimentos, público e privado, previsto é de R$ 183 bilhões. A expectativa é de que 710 mil novos empregos sejam gerados, sendo 330 mil perenes. E o país espera aproximadamente 3,1 milhões de turistas estrangeiros”. A distribuição desses números, sem dúvida, passará pela área logística, desde a organização de pequenos setores empresariais até o vai e vem de operários e material bruto para as obras. Tamanha importância do setor gera euforia e incentiva o planejamento, já que é impossível tudo dar certo sem ele.

No Brasil, e agora fazendo um recorte para Curitiba, Paraná, uma das cidades-sede, a preocupação é sanar o quanto antes os possíveis problemas de infraestrutura que precisam estar a contento para receber um evento do porte de uma Copa do Mundo. A capital paranaense talvez seja uma das cidades mais bem preparadas, incluindo nisso a finalização das reformas no estádio que receberá os jogos, mas não podemos negar que os holofotes do mundo todo estarão voltados para o país e, mais do que isso, receberemos milhares de visitantes de todas as partes do planeta. Isso assusta? Não, mas precisamos estar preparados.

O que a Copa deve movimentar
Os setores que mais deverão ser estimulados são:

  • Armazenagem.
  • Montagem de kits.
  • Transportes.
  • Construção civil.
  • Turismo e hospedagem.
  • Confecções.
  • Bebidas.

Todos eles vão precisar contar com uma organização profissional de logística, avaliando desde o planejamento, passando pela execução e terminando no acompanhamento e controle das tarefas relacionadas ao fluxo de materiais e informações, do fornecedor até o cliente final.

Finalizando, apenas queremos destacar a importância do trabalho logístico no Brasil até a Copa do Mundo e depois dela. A BPLog tem se destacado por antecipar previsões aos seus clientes e ajudando-os a implementar a melhor estratégia logística, e está atenta as necessidades e oportunidades que estão surgindo, afinal, nunca é demais antecipar o futuro e o planejamento é o sucesso para que as estratégias funcionem da maneira prevista.