Interessante a matéria do portal G1 a respeito de como montar um sistema de distribuição eficiente. O texto de Felipe Datt trata das encomendas das empresas que começam a ganhar volume, receber pedidos de maneira simultânea e se deparam com a necessidade de reorganizar a logística. Hoje, os clientes querem receber o produto em boas condições, no prazo e de acordo com a qualidade do que compraram, sejam eles clientes finais ou revendedores. Manter essa boa relação fortalece a confiança entre ambos e torna as operações mais eficientes e seguras. A agilidade dessas operações é algo vital para o negócio. Uma empresa terceirizada pode encaixar como uma luva, liberando o empresário para realmente gerenciar o seu negócio.

Parceiros

Pelos dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), no Brasil são mais de 71 mil transportadoras e distribuidoras especializadas em entrega. Para escolher o parceiro, é preciso analisar as características das mercadorias, estoque, preço e know how. A BPLog aconselha o empresário a prestar atenção também na carta de clientes atendidos pela empresa de logística a ser contratada.

Matéria do G1

São quatro os tópicos destacados pelo G1 na revista “Pequenas Empresas & Grandes Negócios”. Vale destacar:

  • DE OLHO NO ESTOQUE

Não há uma regra, mas as mercadorias têm um custo logístico inerente. Um bom investimento seria em produtos de maior giro, para não ocupar espaço de armazenamento. Se a sua empresa trabalha assim, ok, mas se há necessidade de estoque é bom pensar bem no contrato no momento de firmar parceria. Você precisa de prazo e menor preço. Leia mais…

  • A OPÇÃO PELA TERCEIRIZAÇÃO

Hesitar na hora de contratar um distribuidor é algo problemático. Sua empresa não deveria se preocupar em como o produto será entregue após a venda. O melhor negócio é firmar parcerias e evitar despesas com a manutenção de veículo próprio, motorista, segurança do transporte, embalagem da mercadoria, combustível, etc. Se o seu negócio é restrito por região, há empresas que podem atendê-lo sem custo demasiado, por volume médio. Leia mais…

  • A ESCOLHA DA TRANSPORTADORA

Procure saber qual é o perfil dos seus clientes e como uma transportadora poderia prestar um serviço baseado nessas exigências. É importante deixar claro quais são os tipos de produtos com os quais se trabalha e transmitir essa informação para a terceirizada. Fica mais fácil de se chegar a um acordo e saber se a empresa a ser contratada tem condições prestar o serviço, evitando surpresas. Leia mais…

  • A NEGOCIAÇÃO DO CONTRATO

Não comece nada sem combinar as cláusulas do contrato. É a regra número um para determinar responsabilidades e garantir uma cobrança jurídica, caso haja divergência no acordo de serviços prestados. Leia mais…

Até a próxima!