A infraestrutura é um dos requisitos básicos para uma boa logística e, infelizmente, no Brasil este ainda é um ponto crítico. As hidrovias e ferroviais são pouco exploradas e o transporte dentro do território nacional acaba dependendo somente das estradas.

Pensando nisso, o Ministério dos Transportes, em parceria com o Governo Federal e os governos estaduais, vem planejando obras e procurando realizar melhorias nas estradas brasileiras. Tudo isso tem impacto direto nas operações logísticas e traz inúmeros benefícios para o setor. No entanto, o processo de execução de tais obras, que muitas vezes é demorado, passa por longos períodos com estradas interditadas ou com atoleiros, o que acaba trazendo prejuízos e atrasos.

bplog-logistica-estradasOutro problema com relação às obras nas estradas brasileiras é o grande número de denúncias de corrupção dos órgãos envolvidos, o que acaba atrasando a liberação das verbas. Para evitar esses problemas, o Tribunal de Contas da União (TCU) precisa exercer um grande controle para evitar novas denúncias de pagamentos de propina na área de transportes.

Dentre as soluções de curto prazo propostas pelo Ministério dos Transportes está o diagnóstico das principais dificuldades na atual infraestrutura de transportes e o estudo de oportunidades em investimentos. A longo prazo existe uma proposta para a elaboração do Plano Nacional de Logística Integrada (PNLI), que visa, para os próximos anos, uma logística eficiente para o país. Estamos torcendo por isso!