Categorias
Logística Serviços logísticos

Acondicionamento: entenda melhor

Você sabe o que significa acondicionar um produto ou material? Na verdade, o acondicionamento é o ato de guardar ou embalar um produto para sua estocagem, armazenagem ou até mesmo transporte. Mas esse processo logístico vai muito além disso, afinal de contas qualquer descuido durante essa fase pode por em risco a integridade do produto final, comprometendo todo o trabalho realizado até então. Diversos pontos devem ser pensados e analisados durante a escolha de um melhor acondicionamento, entenda um pouco mais sobre o assunto.

 

Características do produto

Antes de acondicionar qualquer produto é de extrema importância levar em consideração suas principais características, tais como volume, peso, forma, resistência e tantas outras que sejam relevantes ou que ajudem a definir uma melhor estrutura para sua acomodação. Sorvetes por exemplo requerem um transporte e armazenagem que os mantenha em baixa temperatura, por tanto seu acondicionamento deve ser planejado considerando tal característica. Assim como produtos sensíveis ou frágeis que possam ser quebrados durante o trajeto ou até mesmo na armazenagem.

 

Forma de envio

Assim como mencionado acima, o transporte também deve ser analisado e programado de acordo com o melhor acondicionamento requerido pelo produto em questão. Na verdade, a maioria dos extravios são ocasionados durante o transporte ou após o trajeto completo, quando os mesmos são manuseados novamente e talvez não tenham sido devidamente acomodados. Nesse caso é importante pensar não somente em como os objetos serão acomodados para o envio, mas também nas condições em que o caminho se encontra, como estradas esburacadas por exemplo.

 

Embalagens

Pensando nessas condições, a embalagem do produto é escolhida e produzida, permitindo ainda que além do pacote final outros possam ser usados durante o processo de acondicionamento. Esse embrulho pode ser classificado em cinco diferentes níveis, sendo a embalagem primária aquela conhecida pelo cliente, a qual contem informações e dados sobre o produto, indo até o acondicionamento que comporta as embalagens para o transporte, como containers por exemplo.

 

E aí, será que sua empresa tem acondicionado seus produtos da melhor maneira possível? Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro de mais dicas e novidades do mundo logístico.

Categorias
Intralogística Logística Serviços logísticos

Crossdocking: descubra o que é

Um método cada vez mais utilizado no mundo da logística e que tende a crescer cada vez mais, o crossdocking ou cross-docking. Em uma tradução livre, o termo significa “atravessando docas”, ou seja, recebe-se a mercadoria nas docas de um armazém e expede-se nas docas do lado oposto. Este processo interliga diretamente as fases de recebimento e expedição da carga, visando eliminar a necessidade de armazenagem entre as entradas e saídas ou pelo menos diminuindo o tempo da mesma. Entenda um pouco mais sobre como funciona essa técnica.

 

Sincronia

O crossdocking é um processo repleto de detalhes, pois é exigida uma sintonia bastante forte entre todas as partes que participam do processo de entrega, transporte e manuseio do material. O objetivo desse método é extinguir o estoque ou armazém da forma como os conhecemos, modernizando todo o sistema logístico e também empresarial da companhia.

 

Vantagens

Por razões obvias a primeira das vantagens na implementação desse sistema é a diminuição do espaço necessário para a estocagem de produtos, já que os mesmos serão programados para passar pouco tempo no galpão. Outra grande vantagem é a redução de furtos, pois com a carga sempre em movimento a dificuldade de um roubo é bem maior, o que também leva a terceira e talvez uma das maiores vantagens, a redução de custos. Com a diminuição do estoque e também a redução de furtos, os custos consequentemente são otimizados, o que é sempre uma vantagem em qualquer setor.

 

Implementação

Como já mencionado anteriormente, a técnica do crossdocking não é fácil, porém não com alguns pré-requisitos o método tem tudo para dar mais do que certo. É extremamente importante, por exemplo, que haja uma boa comunicação entre todos os participantes da cadeia de suprimentos. Dados sobre vendas, pedidos e previsões de chegada devem ser sempre compartilhados para um melhor funcionamento do sistema.  Além disso, assim como em todo setor, um bom gerenciamento também é fundamental. Nesse caso o gerenciamento de planejamento estratégico deve ser impecável, visando organizar todas as informações e calcular um timing perfeito entre colaboradores.

 

E aí, já conhecia esse sistema? Que tal implantá-lo em sua empresa também? Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro das dicas e novidades do mundo da logística.

Categorias
Intralogística Logística Serviços logísticos

Logística terceirizada e suas vantagens

Com um grande papel para vários setores, a logística é indispensável para um bom funcionamento de grandes empresas que utilizam transportes para a entrega e compra de materiais. Cada vez mais reconhecida e valorizada por indústrias que perceberam a diferença que a eficiência logística traz, veja as vantagens ainda maiores de obter um setor de logística terceirizado.

 

Transporte

Com o transporte de cargas terceirizado a chance de espaços desocupados é bem mais baixa, tendo em vista que a transportadora busca encaixar mais de uma entrega no mesmo transporte, otimizando assim o ambiente. Outra grande vantagem nesse setor é a redução de custos com a aquisição e manutenção de caminhões ou possíveis meios de transporte.

 

Softwares de gerenciamento

Uma vantagem pouco lembrada mas que é bem importante também é a economia em questão a softwares de gerenciamento como WMS ou TMS que ajudam no armazém e no transporte. Esses sistemas costumam exigir um certo investimento inicial, porém quando terceirizada a empresa contratada costuma diluir esse valor por seus clientes. Junto disso, ainda segue a vantagem do armazenamento externo, que além de ser mais prático ainda permite que funcionários mantenham o foco empresarial apenas para as vendas e produção.

 

Gestão de pessoas

Outro benefício da terceirização é o fato de ter uma equipe especializada dentro de sua empresa sem que você tenha que se preocupar com pequenos desgastes. Além disso, é inevitável lembrar que por mais que o setor logístico de uma empresa tenha profissionais bastante capacitados e desenvolvam um serviço de qualidade, empresas especializadas em logística estão em constante crescimento e sempre investindo em cursos, treinamentos e aperfeiçoamento geral de seus funcionários.

 

E ai, o que achou? A BP Log possui um sistema de terceirização com várias soluções e diferenciais para ajudar no crescimento da sua empresa, confira nossos serviços e continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro do mundo da logística.

Categorias
Intralogística Logística

Dicas para escolha de um galpão logístico

Essencial para a estocagem de produtos, o galpão logístico tem uma função bastante importante para o sistema logístico da empresa. Responsável por acolher e armazenar produtos até a hora da entrega, a escolha de um galpão deve ser realizada com cuidado e atenção a vários detalhes. Entenda melhor o que deve ser levado em consideração na hora dessa decisão.

 

Altura

A altura do galpão, que em termos técnicos é chamado de pé-direito, é a altura do ponto mais baixo de sustentação do espaço. Além de ser bastante importante para uma melhor ventilação do lugar, é bom lembrar que os itens serão armazenados via empilhamento de caixas, por isso é bom procurar por uma altura um pouco mais elevada de acordo com os produtos trabalhados.

 

Piso

Também pelo fato do empilhamento de caixas, é bom procurar por um lugar que tenha o piso bastante resistente, levando em conta o peso que os produtos exercem no pavimento. O mais indicado nesses casos é que o piso resista a pelo menos seis toneladas por metro quadrado.

 

Área

Pode parecer óbvio lembrar, mas é importante calcular bem a área de trabalho do espaço. Além do espaço de armazenagem é importante pensar também no espaço de circulação tanto para funcionários quando para veículos que serão conduzidos para carga e descarga.

 

E ai, gostou das dicas? Continue acompanhando nosso blog para ficar sempre por dentro do mundo da logística.

Categorias
Intralogística Logística Serviços logísticos

Sistema WMS: o que é e por que usar?

Bastante importante para o funcionamento da cadeia de suprimentos, os sistemas do tipo Warehouse Management System, ou Sistema de Gerenciamento de Armazém, são responsáveis por dirigir e aperfeiçoar a disposição e colocação de peças no armazém.

 

Funcionalidades

Os sistemas WMS têm como uma de suas funções o agendamento de recebimento mostrando informações como o horário e local em que as operações devem ser realizadas e calculando também o tempo gasto para cada operação. Além disso, na etapa do recebimento é responsável pela conferência da mercadoria, registrando qualquer inconsistência. Outras incumbências desse tipo de sistemas são o armazenamento, separação e expedição de produtos, além também do abastecimento de linhas de produção.

 

Vantagens

A implementação correta de um Sistema de Gerenciamento de Armazém ajuda bastante na otimização do espaço de armazém e também costuma demonstrar uma melhoria na produtividade. Além disso, ajuda a manter um controle maior sobre a entrada e saída de mercadorias e da produção tanto individual quanto coletiva.

 

E a sua empresa, já utiliza um sistema assim? Continue acompanhando nosso blog pra ficar sempre por dentro das dicas e novidades do mundo da logística.

Categorias
Intralogística Logística Serviços logísticos

Gestão de almoxarifado: saiba como funciona

Por muitas vezes não tão valorizado quanto deveria, a gestão de almoxarifado é um setor bastante importante pra qualquer tipo de empresa que necessita estocagem. Existem vários métodos logísticos que ajudam bastante nesse controle, conheça alguns deles.

 

Duas caixas

Talvez o mais simples e fácil de todos os métodos, esse sistema é ótimo para pequenas empresas. O método se resume em armazenar produtos em duas caixas realizando novas encomendas no momento em que uma delas se esvazie.

 

Faixa vermelha

Na verdade esse processo é bastante prático e objetivo, os produtos devem ser armazenados em caixas empilhadas, sinalizando com uma faixa vermelha o nível em que a reposição deve ser feita.

 

Kanban

Sistema criado no Japão, o Kanban que na sua língua de origem significa uma espécie de “cartão de visita” funciona de uma maneira bem simples e pratica. Cartões de diferentes cores são utilizados para indicar as caixas que estão em fase de produção, movimentação e solicitação de peças.

 

Just-in-time

Esse sistema também tem origem oriental e tem sido cada vez mais utilizado seguindo a tendência da diminuição do estoque. Aqui os produtos são fabricados apenas na hora que é realmente necessário, passando da produção à venda com uma agilidade maior, buscando qualidade, eficiência e evitando o desperdício.

 

E ai, o que achou desses métodos? Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro de mais dicas logísticas.

Categorias
Logística

Centros de Distribuição: como funciona?

É bastante comum que os centro de distribuição sejam associados a estoques ou armazéns, mas na verdade eles funcionam de uma maneira diferente.  Os CDs, como também são chamados, são na verdade uma forma de agilizar a distribuição para pequenos fornecedores regionais. Entenda um pouco melhor como isso funciona.

 

Localização estratégica

Localizados em pontos estratégicos, os centros de distribuição armazenam um estoque consideravelmente grande e que é responsável por abastecer vendedores diretos. Funciona assim: supondo que uma pequena loja que não tem a capacidade de conter um estoque muito grande acaba fazendo mais encomendas em um menor período de tempo, se essa mesma encomenda for feita para o primeiro fornecedor, a entrega provavelmente sairia mais cara e com um prazo maior. Por isso são utilizados os CDs, uma espécie de estoque intermediário entre fornecedores.

 

Vantagens logísticas

As vantagens que o uso desses centros tem trazido para a logística são realmente incríveis. Como as negociações são feitas em maiores números para um só destino, os custos acabam saindo bem mais proveitosos. O que também ajuda no valor do frete, que se torna mais vantajoso que diversas viagens fracionadas.

 

E a sua empresa, já utiliza esse sistema? Continue acompanhando nosso blog para mais curiosidades sobre o mundo da logística.

Categorias
Logística

Armazenagem e o estoque moderno

 

Já falamos aqui no blog sobre a importância do estoque e os problemas que uma má administração pode trazer à empresa. Hoje iremos comentar sobre as novas tendências e o que é previsto para esse setor da logística.

 

Sincronização

Um fato que se deve bastante ao crescimento do e-commerce é a sincronização da estocagem. Devido ao dinamismo do ramo, os armazéns têm entrado em uma fase onde o foco está justamente na movimentação.  Cada vez mais as empresas se esforçam para armazenar apenas a quantidade de reposição realmente necessária.

 

Produção

Para que essa sincronização aconteça no processo de estocagem, o programa de produção deve ser dinâmico e em tempo real, não desconexa como anteriormente. O armazém tende a se tornar um espaço reservado à estocagem estática, baseada na movimentação.

 

E na sua empresa, como funciona a estocagem? Aproveite para conhecer nossos serviços de armazenagem e continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro das tendências na logística moderna.

Categorias
Logística Serviços logísticos

Tipos de armazenagem: medicamentos e alimentos resfriados

Há inúmeros produtos que precisam contar com um tipo de armazenagem diferenciada para que a qualidade de conservação não seja comprometida. Dentre eles estão os medicamentos e os alimentos resfriados, que precisam de um serviço de logística profissionalizado mesmo antes de chegarem aos locais de estoque, ou seja, regras de segurança são aplicadas desde a sua produção (confecção), transporte, distribuição até o armazenamento.

Vamos destacar aqui alguns detalhes sobre a conservação desses produtos, mostrando a importância de poder contar com profissionais preparados para trabalhar com o tipo de exigência requerida.

No caso dos medicamentos:

  • Boa parte é sensível à luz. Não se deve alterar a embalagem original, normalmente testada para proteger o produto. Na armazenagem, a luz direta incidindo sobre eles deve ser evitada.
  • Um cuidado especial deve ser tomado para evitar a umidade. Eles devem ser mantidos em local seco, em prateleiras afastadas da parade.
  • A temperatura ambiente deve ser inferior à 25ᵒC, pois o calor ajuda a deteriorar o produto. Alguns deles têm a temperatura de conservação estipulada na embalagem.
  • A limpeza deve ser efetudada periodicamente, evitando o acúmulo de pó e mofo.
  • O local deve ser isolado de outros produtos como cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria.
  • O local de armazenagem deve ser livre de pragas como insetos, roedore e aves.

Quanto aos alimentos refrigerados:

  • Eles estão sujeitos a contaminação de uma forma bastante elevada e, se consumidos assim, podem gerar Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA)
  • Deve haver um controle rigoroso de temperatura, ventilação, rotatividade de estoque e limpeza.
  • Descontrole de temperatura pode causar descoloração interna do produto, morte de tecidos e comprometimento de sabor.
  • Produtos perecíveis (derivados de leite, carnes, peixes e aves) devem ser estocados no refrigerador. A temperatura deve ser abaixo de 4ᵒC.
  • A técnica para a armazenagem deve seguir à risca as normas de manipulação, exposição e distribuição, bem como, as regras de higiene ambiental, conservação de equipamentos e tempo de armazenagem.
  • Quando conservados congelados, à 0ᵒC ou menos, devem ser seguidas as regras recomendadas pelos fabricantes.

A recomendação para qualquer tipo de armazenagem de produtos que exijam cuidados extras é que sejam contratadas apenas empresas de logística com capacidade de atender às normas obrigatórias.