Categorias
Logística

Cabotagem: saiba mais sobre o transporte marítimo

Já ouviu falar sobre cabotagem? Este modelo de transporte é a navegação entre portos do mesmo país por meio de vias marítimas ou outras vias navegáveis interiores. Ou seja, ela é oposta à navegação de longo curso, pois a não perde a costa de vista.

Por causa da grande extensão da costa brasileira, a navegação marítima e a utilização da cabotagem são favorecidas em nosso país. Sendo assim, este sistema de transporte hidroviário vem sendo cada vez mais utilizado ao longo dos anos.

 

mapa-cabotagem-brasilAs vantagens da cabotagem

Além das condições naturais e da extensão da costa brasileira, outros pontos são bastante positivos para a cabotagem no Brasil. Um deles é o fato de cerca de 80% da população estar localizada em até 200km do litoral, o que significa que este meio consegue atingir a maioria dos brasileiros.

Em comparação com outros modais, a cabotagem também conta com um transporte muito mais amigável ao meio ambiente, pois tem um menor consumo de combustíveis e de emissão de poluentes.

Finalmente, a cabotagem acaba sendo um meio mais seguro também. Além de ter um menor índice de extravios e roubos, acaba por reduzir o volume das malhas rodoviárias, consequentemente ajudando da redução de acidentes nas estradas.

 

E você, o que acha sobre a cabotagem? Continue acompanhando nosso blog para descobrir mais curiosidades e informações sobre a logística.

Categorias
Logística

Cabotagem: o que é?

A cabotagem é na verdade um tipo de transporte de cargas no modal marítimo, baseada em navegar sem perder a costa de vista. Esse sistema teve início a muito tempo atrás com as navegações ao redor de continentes para suas demarcações demográficas.

Com o tempo, foi observado que a prática poderia economizar uma boa quantia de custos para a logística. Sem a necessidade de enfrentar alto mar, os navios não precisam ter um porte ou equipamento tão refinado quanto os demais.

É verdade que cada país possui sua própria legislação para a prática da cabotagem, nos Estados Unidos, por exemplo, é obrigatório que o dono do navio e pelo menos 75% de sua tripulação sejam cidadãos do país.

Já no Brasil, apesar de não haver uma implicação quanto a nacionalidades, a cabotagem ainda é um processo meio complicado de se lidar, devido a tantas restrições burocráticas. Hoje, apesar de não fazer muito sentido, ainda é mais vantajoso o transporte em alto mar ao processo de cabotagem.

Então, já conhecia esse sistema? Continue acompanhando nosso blog para saber mais curiosidades logísticas.