Categorias
Logística

Frete brasileiro: saiba mais

Com tanta oscilação no preço de combustíveis, a constante preocupação com o futuro do frete brasileiro não é nenhuma surpresa. Entenda um pouco melhor sobre como se comporta e funciona esse sistema.

 

Cálculo do frete

Como consumidores costumamos pensar apenas no combustível usado e a distância percorrida, mas na verdade os fatores que resultam no custo do frete vão muito além disso. É necessário que a receita proveniente do frete seja capaz de cobrir outras despesas como desgaste dos pneus, salários, impostos, IPVA, seguros, depreciação e também a manutenção do veículo. Muitas vezes, pelo desconhecimento de tantas variáveis que compõem o custo do frete, os transportadores dimensionam erroneamente o preço do serviço e acabam tendo prejuízos mais tarde.

 

Modais utilizados

Já falamos aqui no blog sobre as dificuldades que o modal rodoviário enfrenta no Brasil. Mesmo com todos esses fatores e altos custos, esse continua sendo o modal mais utilizado para a distribuição de cargas, pois por incrível que pareça, muitas vezes esse tipo de frete é ainda mais barato do que os outros modais como marítimo, ferroviário e aéreo. Isso se deve por dois fatores preponderantes; primeiro, pelo fato da quantidade de prestadores de serviços no modal rodoviário ser infinitamente maior do que a quantidade de prestadores dos outros modais, fazendo com que haja maior competitividade entre as transportadoras, assim forçando a redução do preço de fretes e, segundo, pelo fato do Governo fazer poucos investimentos em infra estrutura para que os outros tipos de modais sejam mais viáveis por aqui.

 

E ai, gostou? Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro das novidades.