Categorias
Intralogística Logística Serviços logísticos

Crossdocking: descubra o que é

Um método cada vez mais utilizado no mundo da logística e que tende a crescer cada vez mais, o crossdocking ou cross-docking. Em uma tradução livre, o termo significa “atravessando docas”, ou seja, recebe-se a mercadoria nas docas de um armazém e expede-se nas docas do lado oposto. Este processo interliga diretamente as fases de recebimento e expedição da carga, visando eliminar a necessidade de armazenagem entre as entradas e saídas ou pelo menos diminuindo o tempo da mesma. Entenda um pouco mais sobre como funciona essa técnica.

 

Sincronia

O crossdocking é um processo repleto de detalhes, pois é exigida uma sintonia bastante forte entre todas as partes que participam do processo de entrega, transporte e manuseio do material. O objetivo desse método é extinguir o estoque ou armazém da forma como os conhecemos, modernizando todo o sistema logístico e também empresarial da companhia.

 

Vantagens

Por razões obvias a primeira das vantagens na implementação desse sistema é a diminuição do espaço necessário para a estocagem de produtos, já que os mesmos serão programados para passar pouco tempo no galpão. Outra grande vantagem é a redução de furtos, pois com a carga sempre em movimento a dificuldade de um roubo é bem maior, o que também leva a terceira e talvez uma das maiores vantagens, a redução de custos. Com a diminuição do estoque e também a redução de furtos, os custos consequentemente são otimizados, o que é sempre uma vantagem em qualquer setor.

 

Implementação

Como já mencionado anteriormente, a técnica do crossdocking não é fácil, porém não com alguns pré-requisitos o método tem tudo para dar mais do que certo. É extremamente importante, por exemplo, que haja uma boa comunicação entre todos os participantes da cadeia de suprimentos. Dados sobre vendas, pedidos e previsões de chegada devem ser sempre compartilhados para um melhor funcionamento do sistema.  Além disso, assim como em todo setor, um bom gerenciamento também é fundamental. Nesse caso o gerenciamento de planejamento estratégico deve ser impecável, visando organizar todas as informações e calcular um timing perfeito entre colaboradores.

 

E aí, já conhecia esse sistema? Que tal implantá-lo em sua empresa também? Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro das dicas e novidades do mundo da logística.

Categorias
Intralogística Logística

Dicas para escolha de um galpão logístico

Essencial para a estocagem de produtos, o galpão logístico tem uma função bastante importante para o sistema logístico da empresa. Responsável por acolher e armazenar produtos até a hora da entrega, a escolha de um galpão deve ser realizada com cuidado e atenção a vários detalhes. Entenda melhor o que deve ser levado em consideração na hora dessa decisão.

 

Altura

A altura do galpão, que em termos técnicos é chamado de pé-direito, é a altura do ponto mais baixo de sustentação do espaço. Além de ser bastante importante para uma melhor ventilação do lugar, é bom lembrar que os itens serão armazenados via empilhamento de caixas, por isso é bom procurar por uma altura um pouco mais elevada de acordo com os produtos trabalhados.

 

Piso

Também pelo fato do empilhamento de caixas, é bom procurar por um lugar que tenha o piso bastante resistente, levando em conta o peso que os produtos exercem no pavimento. O mais indicado nesses casos é que o piso resista a pelo menos seis toneladas por metro quadrado.

 

Área

Pode parecer óbvio lembrar, mas é importante calcular bem a área de trabalho do espaço. Além do espaço de armazenagem é importante pensar também no espaço de circulação tanto para funcionários quando para veículos que serão conduzidos para carga e descarga.

 

E ai, gostou das dicas? Continue acompanhando nosso blog para ficar sempre por dentro do mundo da logística.