Categorias
Logística

Como está a situação do modal ferroviário brasileiro?

Responsável pelos principais escoamentos da produção agrícola brasileira nos anos 1870 a 1930 e com uma grande participação nas distribuições de café da época, o modal ferroviário já foi o mais importante do país e hoje ainda é bem ativo em território nacional. Entenda um pouco mais sobre esse meio de transporte e conheça também sua situação atual.

 

Vantagens de uso

O transporte ferroviário tem uma ótima capacidade de carga e é super adequado para grandes distâncias. Além disso, esse modal possui uma eficiência energética bem grande, e apesar do alto custo de implantação possui um valor bem menor tanto para o transporte quanto para sua manutenção. Quando comparado com outro modal térreo como o rodoviário por exemplo, é consideravelmente mais seguro já que tanto acidentes quanto furtos e roubos são bem menos frequentes.

 

No Brasil

A primeira ferrovia brasileira foi inaugurada em 1854 com apenas 14,5 km de extensão ligando o Porto de Mauá à localidade de Raiz da Serra, desde então o país já chegou a possuir até 34.207 km. Atualmente, devido a crises tanto governamentais quanto privadas, apenas 30.129 quilômetros da rede ferroviária brasileira se encontram ativos. Esse meio de transporte ainda é bastante utilizado, geralmente para cargas como minério de ferro, carvão e outras de baixo valor.

 

E ai, você já sabia dessas vantagens do modal ferroviário? A MDM Log possui várias soluções logísticas para ajudar a sua empresa, conheça nossos serviços e descubra qual o melhor para você. Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro de mais dicas e novidades.

Categorias
Logística

Consolidação: o que é?

Uma técnica na verdade não muito recente, a consolidação é visa uma maior economia e praticidade na hora do frete. Esse método consiste em agrupar, ou consolidar, diversas mercadorias e cargas que possuam um destino em comum.

 

Como funciona

Normalmente realizado por empresas e transportadoras com experiência no ramo, esse sistema pode consolidar tanto mercadorias de um como de vários fornecedores e usuários. Criando um grande carregamento ao invés de vários pequenos, esse sistema é bastante usado para cargas internacionais por pelo fato de diminuir o valor com do transporte.

 

Desconsolidação

Existe também a desconsolidação, que consiste em retirar um ou vários lotes do carregamento que havia sido consolidado anteriormente. Esse método é bem comum em cargas e containers de importação.

 

E você, já conhecia esse sistema? Utiliza na sua empresa? Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro do mundo da logística.

Categorias
Logística

Frete brasileiro: saiba mais

Com tanta oscilação no preço de combustíveis, a constante preocupação com o futuro do frete brasileiro não é nenhuma surpresa. Entenda um pouco melhor sobre como se comporta e funciona esse sistema.

 

Cálculo do frete

Como consumidores costumamos pensar apenas no combustível usado e a distância percorrida, mas na verdade os fatores que resultam no custo do frete vão muito além disso. É necessário que a receita proveniente do frete seja capaz de cobrir outras despesas como desgaste dos pneus, salários, impostos, IPVA, seguros, depreciação e também a manutenção do veículo. Muitas vezes, pelo desconhecimento de tantas variáveis que compõem o custo do frete, os transportadores dimensionam erroneamente o preço do serviço e acabam tendo prejuízos mais tarde.

 

Modais utilizados

Já falamos aqui no blog sobre as dificuldades que o modal rodoviário enfrenta no Brasil. Mesmo com todos esses fatores e altos custos, esse continua sendo o modal mais utilizado para a distribuição de cargas, pois por incrível que pareça, muitas vezes esse tipo de frete é ainda mais barato do que os outros modais como marítimo, ferroviário e aéreo. Isso se deve por dois fatores preponderantes; primeiro, pelo fato da quantidade de prestadores de serviços no modal rodoviário ser infinitamente maior do que a quantidade de prestadores dos outros modais, fazendo com que haja maior competitividade entre as transportadoras, assim forçando a redução do preço de fretes e, segundo, pelo fato do Governo fazer poucos investimentos em infra estrutura para que os outros tipos de modais sejam mais viáveis por aqui.

 

E ai, gostou? Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro das novidades.