Categorias
Logística

Armazenagem de Alimentos: a BPLog aposta em novo segmento

04-empresa-estoque-foto-03

A BPLog, em setembro desse ano, ampliou seu nicho de atendimento e conquistou um maior espaço no mercado. A empresa firmou um novo contrato, em que será responsável por um novo segmento: a armazenagem de alimentos. O novo contrato foi assinado com uma empresa de Curitiba – PR, que teve sua identidade preservada.

A armazenagem de alimentos requer diversas especificações. A BPLog teve de adequar sua estrutura de armazenagem destinando algumas áreas dentro de seu armazém para melhor acomodar as mercadorias.

Os meios de armazenagem do alimento devem ser frescos, ventilados e iluminados. Essas áreas devem necessariamente ser mantidas limpas, livres de resíduos e sujeiras para evitar a presença e aninhamento de insetos e roedores. Além disso, é recomendado que, periodicamente, sejam higienizadas e desinfetadas com produtos apropriados.

Segundo Mauro Marques, coordenador comercial, a estratégia de crescer neste segmento é acertada. “A BPLog já é conhecida como especialista em Intralogística (terceirização de operações), Consultoria e Treinamentos. Agora estamos em fase de crescimento na Armazenagem; além de iniciarmos trabalhos como Filial Fiscal para alguns clientes, o segmento de Alimentos é um segmento que sempre apresenta demanda crescente”.

 A BPLog conta hoje com estrutura referência em armazenagem. Além de oferecer moderna estrutura a empresa possui sistema WMS e em condomínio fechado com segurança 24 horas.

Categorias
Logística

Logística e Sustentabilidade

 

O principal objetivo da logística é coordenar as atividades de transporte de produtos, atendendo às necessidades dos clientes, e para acompanhar as mudanças e exigências do consumidor, a logística incorporou também o conceito de sustentabilidade. Se antes a logística considerava apenas fatores econômicos, agora as consequências ambientais e sociais também são levadas em conta.

É uma preocupação comum das empresas combinar sua eficiência e excelência com menos poluição num ambiente colaborativo. A essa nova conduta atribuímos o nome de logística sustentável.

  • Ser sustentável não significa aumentar os gastos

Os empresários costumam achar que implementar mecanismos de sustentabilidade no empreendimento implica em aumento de gastos, mas o que acontece é justamente o contrário: a logística trabalha a fim de reduzir os custos. Há pouco tempo atrás, soluções sustentáveis eram apenas um diferencial competitivo, e então elas viraram uma necessidade para reduzir custos e evitar gastos em multas ou até mesmo embargo na produção, devido a problemas com o meio ambiente – lembrando que hoje a legislação é muito severa em relação à poluição produzida por empresas.

  • Logística reversa

Considerando que a logística reversa faz parte da cultura sustentável, os consumidores são cada vez mais incentivados a retornarem os produtos no final do ciclo de vida para seus fabricantes – por exemplo, embalagens de agrotóxico. Além de preservar o meio ambiente, esse tipo de atividade fortalece a imagem da marca.

  • Parques logísticos

Parques logísticos são locais onde diversos serviços como água, luz e equipamentos são compartilhados. Isso reduz os custos do empreendimento e aumenta a eficiência, de forma sustentável. Procure por parques que possuem certificações de sustentabilidade – muitos deles são construídos de forma a aproveitar a luz natural, têm sistema de economia de recursos hídricos e oferecem um ambiente de trabalho e serviços suplementares, facilitando a vida das pessoas que ali trabalham.

  • O mercado internacional valoriza empresas sustentáveis

No Brasil a sustentabilidade vem se fortalecendo aos poucos, porém, no exterior ela é bem consolidada. Empresas que almejam conquistar mercados estrangeiros devem apresentar soluções sustentáveis, pois dependendo da legislação do local escolhido, se sua empresa não adotar uma política ambiental correta para os descartes ou na produção, a entrada no país pode vir a ser proibida.

 

Categorias
Logística

Logística para E-Commerce

A questão logística no e-commerce é um componente essencial, e se não for bem trabalhado, pode levar todo seu esforço por água abaixo – levando em consideração que o prazo e a entrega bem-sucedidos do seu produto são fundamentais para conquistar a satisfação do seu cliente.
A logística no e-commerce pode ser definida como a parte do gerenciamento de uma loja virtual responsável por planejar e controlar o armazenamento e fluxo dos produtos, e também as informações relativas a eles – desde seu ponto de origem até seu destino final. A e-logística engloba as seguintes etapas:
• Recepção e conferência dos produtos
• Estocagem dos produtos no galpão
• Envio dos produtos para a preparação do pedido – picking
• Envio dos pedidos para a transportadora
• Rastreamento de pedidos enviados
• Controle de entrega


Para ter um controle maior das diferentes operações e informar os clientes em tempo real sobre a fase em que se encontra o produto adquirido, as etapas acima devem ser inseridas em ferramentas de rastreamento dos pedidos.
A importância da logística no e-commerce
A logística em lojas virtuais pode ser considerada um grande diferencial que irá aumentar a taxa de conversão, pois ela influencia a decisão de compra, e é também um fator decisivo para a satisfação do cliente. Uma mercadoria entregue de forma rápida e eficiente é uma ótima maneira de finalizar uma compra em sua loja.


Alternativas de gerenciamento da logística
A partir do momento em que sua loja se torna popular e seus pedidos começam a crescer, é interessante delegar a atividade logística para empresas terceirizadas. Isso implica em:
• A logística poderá fazer a recepção, o controle e o estoque dos produtos, além de fazer o picking, empacotar e enviar os pedidos aos clientes;
• Logística reversa. Cada produto devolvido pode ser reintegrado ao estoque ou então descartado em caso de más condições;
• Propor aos clientes vários tipos de entrega;
Algumas empresas de logística possuem parceria com transportadoras, oferecendo melhores preços para as lojas virtuais.
Agora que você já sabe a importância da logística para sua loja virtual, que tal entrar em contato e conhecer melhor os serviços da BPLog?

Categorias
Logística

Como funciona o seguro de cargas?

Os profissionais que trabalham no setor de transportes sabem os perigos que as estradas brasileiras oferecem: criminalidade, policiamento falho e estrutura precária – e em decorrência destes fatores, é de suma importância que estes profissionais adotem técnicas de gerenciamento de risco em logística, e seguro de cargas.

Quais são os tipos?

As seguradoras costumam oferecer dois tipos de seguro para transportes, a apólice de roubo e a apólice de acidentes. Além disso, existem seguros nacionais e internacionais:

Nacionais: Neste caso as apólices podem ser avulsas, ou seja, a contratação pode ser feita para cada viagem independentemente. Se o transporte for efetuado em frota própria ou serviço terceirizado, a garantia do seguro é total, cobrindo, portanto, danos e prejuízos ocorridos durante a viagem ou furtos.

Internacional: No caso do seguro internacional a apólice deve seguir as regras de contrato de importação e exportação, que variam de acordo com a legislação de cada país. Em tese, a cobertura do seguro internacional é a mesma do nacional, porém deve-se alertar para os critérios estabelecidos pelo país de destino com a seguradora.

Qual a importância?

Com o seguro de cargas o cliente e o vendedor têm a garantia de reembolso, caso a carga seja roubada ou furtada durante o percurso. E além do ressarcimento, a contratação do seguro garante credibilidade ao contratante da empresa, implicando em um diferencial de mercado.

Conheça mais sobre as soluções em logística da BPLog.

Categorias
Logística

O Papel da Logística na Fidelização dos Clientes

A fidelização e satisfação de clientes, empregados, fornecedores, prestadores de serviço e acionistas é um tema que vem sendo discutido com frequência notável em artigos e livros sobre negócios.

Hoje, as empresas estão inseridas em um cenário altamente competitivo e inovador, sendo necessário, portanto, que busquem frequentemente por desenvolvimento tecnológico, novas formas de conquistas, novos mercados e uma gestão cada vez mais eficiente.

  • Importância da Logística

Conquistar a satisfação dos clientes é uma forma de manter sua empresa ativa no mercado, e por isso a logística é considerada um fator crítico de sucesso.

Aliar a eficiência logística ao marketing de relacionamento para satisfazer e fidelizar os clientes é uma ótima estratégia empresarial – além de utilizar tecnologias de ponta para dinamizar o processo e obter total eficiência dos recursos disponíveis.

É importante salientar que, se os setores da empresa não estiverem sincronizados, não fornecerão uma base sólida no desenvolvimento de atividades. Toda e qualquer estratégia, ideia ou inovação será um fator de extrema importância para a sobrevivência da empresa.

Vale lembrar também que além de satisfazer os clientes, as empresas devem proporcionar um retorno satisfatório para o capital investido pelos acionistas, que vão garantir a permanência do negócio no mercado.

Agora que você já sabe a importância da logística como estratégia empresarial, saiba mais sobre nossos serviços.

Categorias
Logística

Como funciona a logística reversa de embalagens?

Seja do ponto de vista do consumidor, das empresas ou até mesmo da logística, não se pode negar a importância das embalagens para o comércio. Mas em tempos em que a preocupação com a sustentabilidade se faz cada vez mais necessária para a humanidade, cabe a todas as partes a preocupação quanto ao fim que essas embalagens terão no meio ambiente. E é neste processo que a logística reversa faz toda a diferença.

Como funciona?

Sabe quando você compra refrigerantes ou cervejas das quais é possível retornar a garrafa? Este é um exemplo básico de como funciona a logística reversa de embalagens. O produto chega ao consumidor, e posteriormente sua embalagem retorna à indústria para ser reutilizada e então retornar novamente ao consumidor final. Visto que nem todos os tipos de embalagens são viáveis para este processo, atualmente grande parte de empresas buscam reciclar as embalagens descartadas, como latas de alumínio e caixas de papelão, para então reutilizá-las como matéria-prima.

Sendo assim, a logística reversa pode se resumir no fluxo reverso da cadeia de suprimento, o que envolve três processos principais:

  • Cliente final: pessoas físicas e atacadistas são as principais fontes de embalagens pós-consumo. Eles devem ser os principais alvos em campanhas de coleta seletiva, seja organizada pelo governo, pela população ou pela própria empresa, a fim de recolher as embalagens.
  • Centro de distribuição: principal laço entre cliente e indústria, é nos armazéns que será possível utilizar sistemas específicos de logística para organizar o processo. Como é o caso do sistema WMS e do TMS, que auxiliam no controle, transporte e distribuição das embalagens.
  • Indústria: finalmente a empresa poderá reutilizar a embalagem como matéria-prima, reduzindo custos de produção e diminuindo o impacto ao meio ambiente.

Se interessou pela logística reversa e gostaria de implementá-la em sua empresa? Faça uma consultoria conosco.

Categorias
Logística

A flexibilidade logística e sua importância

Com o mercado cada vez mais aquecido e a concorrência mais acirrada, uma das principais vantagens competitivas é a flexibilidade. Ou seja, se adaptar às mudanças do padrão de consumo de seus clientes. Isso inclui diversas soluções, parcerias e novas tecnologias para que a empresa se adapte da forma mais ágil possível.

Uma das soluções encontradas é a flexibilidade logística, diretamente relacionada com o gerenciamento da cadeia de suprimentos, também conhecida como Supply Chain Management, que já explicamos como funciona aqui no blog. Basicamente, isso significa que não apenas a empresa, mas todos os processos envolvidos devem ser flexíveis.

 

A flexibilidade na logística

Na logística, a flexibilidade envolve especialmente a capacidade de se adaptar a situações inesperadas, geralmente relacionadas a um mercado que, cada vez mais, exige produtos e serviços diferenciados para conquistar os consumidores. Confira alguns exemplos de flexibilidade na logística:

  • Flexibilidade de mix: é cada vez mais comum que o cliente queira opções e quantidades diferenciadas de um mesmo produto, é o que acontece quando a mercadoria é personalizável. Como é o caso de automóveis, algumas opções de camisetas, canecas, entre outros onde o cliente pode selecionar quantidade, cor, tamanho, etc.
  • Flexibilidade de entrega: as reposições podem acontecer de duas formas principais: a reposição contínua, onde a quantidade é fixa e o período é variável, ou a reposição periódica, onde a quantidade é variável e o período é fixo.
  • Flexibilidade estratégica: em casos de novos concorrentes no mercado, parceria entre concorrentes, lançamentos de produtos e outras novidades que possam surgir, é necessário refazer o planejamento calculando os possíveis efeitos e qual é a melhor maneira da empresa fazer esta manobra, ganhando vantagem competitiva e evitando prejuízos.

 

Gostou de entender como funciona a flexibilidade na logística? Conheça nossos serviços e consultoria e mantenha sua empresa sempre preparada e atualizada para sobressair no mercado.

Categorias
Logística Serviços logísticos

Acondicionamento: entenda melhor

Você sabe o que significa acondicionar um produto ou material? Na verdade, o acondicionamento é o ato de guardar ou embalar um produto para sua estocagem, armazenagem ou até mesmo transporte. Mas esse processo logístico vai muito além disso, afinal de contas qualquer descuido durante essa fase pode por em risco a integridade do produto final, comprometendo todo o trabalho realizado até então. Diversos pontos devem ser pensados e analisados durante a escolha de um melhor acondicionamento, entenda um pouco mais sobre o assunto.

 

Características do produto

Antes de acondicionar qualquer produto é de extrema importância levar em consideração suas principais características, tais como volume, peso, forma, resistência e tantas outras que sejam relevantes ou que ajudem a definir uma melhor estrutura para sua acomodação. Sorvetes por exemplo requerem um transporte e armazenagem que os mantenha em baixa temperatura, por tanto seu acondicionamento deve ser planejado considerando tal característica. Assim como produtos sensíveis ou frágeis que possam ser quebrados durante o trajeto ou até mesmo na armazenagem.

 

Forma de envio

Assim como mencionado acima, o transporte também deve ser analisado e programado de acordo com o melhor acondicionamento requerido pelo produto em questão. Na verdade, a maioria dos extravios são ocasionados durante o transporte ou após o trajeto completo, quando os mesmos são manuseados novamente e talvez não tenham sido devidamente acomodados. Nesse caso é importante pensar não somente em como os objetos serão acomodados para o envio, mas também nas condições em que o caminho se encontra, como estradas esburacadas por exemplo.

 

Embalagens

Pensando nessas condições, a embalagem do produto é escolhida e produzida, permitindo ainda que além do pacote final outros possam ser usados durante o processo de acondicionamento. Esse embrulho pode ser classificado em cinco diferentes níveis, sendo a embalagem primária aquela conhecida pelo cliente, a qual contem informações e dados sobre o produto, indo até o acondicionamento que comporta as embalagens para o transporte, como containers por exemplo.

 

E aí, será que sua empresa tem acondicionado seus produtos da melhor maneira possível? Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro de mais dicas e novidades do mundo logístico.

Categorias
Intralogística Logística Serviços logísticos

Crossdocking: descubra o que é

Um método cada vez mais utilizado no mundo da logística e que tende a crescer cada vez mais, o crossdocking ou cross-docking. Em uma tradução livre, o termo significa “atravessando docas”, ou seja, recebe-se a mercadoria nas docas de um armazém e expede-se nas docas do lado oposto. Este processo interliga diretamente as fases de recebimento e expedição da carga, visando eliminar a necessidade de armazenagem entre as entradas e saídas ou pelo menos diminuindo o tempo da mesma. Entenda um pouco mais sobre como funciona essa técnica.

 

Sincronia

O crossdocking é um processo repleto de detalhes, pois é exigida uma sintonia bastante forte entre todas as partes que participam do processo de entrega, transporte e manuseio do material. O objetivo desse método é extinguir o estoque ou armazém da forma como os conhecemos, modernizando todo o sistema logístico e também empresarial da companhia.

 

Vantagens

Por razões obvias a primeira das vantagens na implementação desse sistema é a diminuição do espaço necessário para a estocagem de produtos, já que os mesmos serão programados para passar pouco tempo no galpão. Outra grande vantagem é a redução de furtos, pois com a carga sempre em movimento a dificuldade de um roubo é bem maior, o que também leva a terceira e talvez uma das maiores vantagens, a redução de custos. Com a diminuição do estoque e também a redução de furtos, os custos consequentemente são otimizados, o que é sempre uma vantagem em qualquer setor.

 

Implementação

Como já mencionado anteriormente, a técnica do crossdocking não é fácil, porém não com alguns pré-requisitos o método tem tudo para dar mais do que certo. É extremamente importante, por exemplo, que haja uma boa comunicação entre todos os participantes da cadeia de suprimentos. Dados sobre vendas, pedidos e previsões de chegada devem ser sempre compartilhados para um melhor funcionamento do sistema.  Além disso, assim como em todo setor, um bom gerenciamento também é fundamental. Nesse caso o gerenciamento de planejamento estratégico deve ser impecável, visando organizar todas as informações e calcular um timing perfeito entre colaboradores.

 

E aí, já conhecia esse sistema? Que tal implantá-lo em sua empresa também? Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro das dicas e novidades do mundo da logística.

Categorias
Intralogística Logística Serviços logísticos

Logística terceirizada e suas vantagens

Com um grande papel para vários setores, a logística é indispensável para um bom funcionamento de grandes empresas que utilizam transportes para a entrega e compra de materiais. Cada vez mais reconhecida e valorizada por indústrias que perceberam a diferença que a eficiência logística traz, veja as vantagens ainda maiores de obter um setor de logística terceirizado.

 

Transporte

Com o transporte de cargas terceirizado a chance de espaços desocupados é bem mais baixa, tendo em vista que a transportadora busca encaixar mais de uma entrega no mesmo transporte, otimizando assim o ambiente. Outra grande vantagem nesse setor é a redução de custos com a aquisição e manutenção de caminhões ou possíveis meios de transporte.

 

Softwares de gerenciamento

Uma vantagem pouco lembrada mas que é bem importante também é a economia em questão a softwares de gerenciamento como WMS ou TMS que ajudam no armazém e no transporte. Esses sistemas costumam exigir um certo investimento inicial, porém quando terceirizada a empresa contratada costuma diluir esse valor por seus clientes. Junto disso, ainda segue a vantagem do armazenamento externo, que além de ser mais prático ainda permite que funcionários mantenham o foco empresarial apenas para as vendas e produção.

 

Gestão de pessoas

Outro benefício da terceirização é o fato de ter uma equipe especializada dentro de sua empresa sem que você tenha que se preocupar com pequenos desgastes. Além disso, é inevitável lembrar que por mais que o setor logístico de uma empresa tenha profissionais bastante capacitados e desenvolvam um serviço de qualidade, empresas especializadas em logística estão em constante crescimento e sempre investindo em cursos, treinamentos e aperfeiçoamento geral de seus funcionários.

 

E ai, o que achou? A BP Log possui um sistema de terceirização com várias soluções e diferenciais para ajudar no crescimento da sua empresa, confira nossos serviços e continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro do mundo da logística.