Categorias
Intralogística Logística Serviços logísticos

Crossdocking: descubra o que é

Um método cada vez mais utilizado no mundo da logística e que tende a crescer cada vez mais, o crossdocking ou cross-docking. Em uma tradução livre, o termo significa “atravessando docas”, ou seja, recebe-se a mercadoria nas docas de um armazém e expede-se nas docas do lado oposto. Este processo interliga diretamente as fases de recebimento e expedição da carga, visando eliminar a necessidade de armazenagem entre as entradas e saídas ou pelo menos diminuindo o tempo da mesma. Entenda um pouco mais sobre como funciona essa técnica.

 

Sincronia

O crossdocking é um processo repleto de detalhes, pois é exigida uma sintonia bastante forte entre todas as partes que participam do processo de entrega, transporte e manuseio do material. O objetivo desse método é extinguir o estoque ou armazém da forma como os conhecemos, modernizando todo o sistema logístico e também empresarial da companhia.

 

Vantagens

Por razões obvias a primeira das vantagens na implementação desse sistema é a diminuição do espaço necessário para a estocagem de produtos, já que os mesmos serão programados para passar pouco tempo no galpão. Outra grande vantagem é a redução de furtos, pois com a carga sempre em movimento a dificuldade de um roubo é bem maior, o que também leva a terceira e talvez uma das maiores vantagens, a redução de custos. Com a diminuição do estoque e também a redução de furtos, os custos consequentemente são otimizados, o que é sempre uma vantagem em qualquer setor.

 

Implementação

Como já mencionado anteriormente, a técnica do crossdocking não é fácil, porém não com alguns pré-requisitos o método tem tudo para dar mais do que certo. É extremamente importante, por exemplo, que haja uma boa comunicação entre todos os participantes da cadeia de suprimentos. Dados sobre vendas, pedidos e previsões de chegada devem ser sempre compartilhados para um melhor funcionamento do sistema.  Além disso, assim como em todo setor, um bom gerenciamento também é fundamental. Nesse caso o gerenciamento de planejamento estratégico deve ser impecável, visando organizar todas as informações e calcular um timing perfeito entre colaboradores.

 

E aí, já conhecia esse sistema? Que tal implantá-lo em sua empresa também? Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro das dicas e novidades do mundo da logística.

Categorias
Logística Serviços logísticos

Sistema intermodal: o que é?

Já falamos aqui no blog sobre as dificuldades do modal rodoviário no Brasil, e hoje o assunto é a intermodalidade, uma alternativa inteligente para essa situação. O método funciona da seguinte maneira: todos os modais são uma possível alternativa e é escolhida a melhor categoria para cada pedaço do trajeto.

Um exemplo prático e bem conhecido da intermodalidade são as cargas intercontinentais, que costumam vir em navios e são redirecionados via caminhão até seu destino final. Ligando vários modais para um mesmo transporte, esse método veio trazer inúmeras vantagens, conheça algumas delas:

 

Economia

Tanto de tempo quanto de dinheiro, a economia com o sistema intermodal é maior que os demais sistemas. Considerando que esse método escolhe o modal utilizado com base nas condições do trajeto e também no custo benefício, o resultado costuma ser bem mais vantajoso financeiramente.

 

Ambiente

Assim como investimento financeiro, os danos ao meio ambiente também são levados em consideração na hora da escolha de um melhor modal. Com tantas opções e trajetos, é sempre interessante o maior controle de poluição possível.

 

Já conhecia esse sistema? Utiliza na sua empresa? Continue acompanhando nosso blog para mais curiosidades e novidades do mundo da logística.