Categorias
Intralogística Logística Serviços logísticos

Sistema TMS: saiba o que é e como funciona

O Transportation Management System, ou Sistema de Gerenciamento de Transportes como é chamado em português, é utilizado para administrar as frotas, os custos de fretes e todas as demais responsabilidades relacionadas ao transporte. Bastante importante para o bom funcionamento de uma operação Logística, entenda um pouco mais sobre como funciona esse sistema de gerenciamento.

 

Como funciona

O TMS gerencia diversas atividades pertinentes ao transporte, tais como manutenção de veículos, gestão dos motoristas e também o controle de peças e suprimentos que sejam utilizados na operação. Outra importante funcionalidade é o planejamento das rotas pelo qual o veículo deve percorrer e como ele deve ser efetivado. Ordena as entregas da forma mais coerente possível e otimiza o trajeto buscando o menor deslocamento possível em cada roteiro. A ferramenta controla inclusive os custos previstos e realizados dos fretes proporcionando uma excelente gestão de todo processo de transporte.

 

Vantagens

Já falamos aqui no blog sobre como a cadeia logística é importante e como um setor depende do outro para que ocorra um bom funcionamento logístico. Pensando assim, quando paramos para analisar tudo o que depende do gerenciamento de cargas percebemos o quão importante ele é e como pode ajudar na estratégia logística da Empresa. Responsável pela distribuição de produtos, esse planejamento proporcionado pelo sistema TMS visa reduzir custos e melhorar a produtividade.

 

E ai, você já conhecia esse sistema? Continue acompanhando nosso blog para ficar sempre por dentro do mundo da logística.

Categorias
Logística

Cabotagem: o que é?

A cabotagem é na verdade um tipo de transporte de cargas no modal marítimo, baseada em navegar sem perder a costa de vista. Esse sistema teve início a muito tempo atrás com as navegações ao redor de continentes para suas demarcações demográficas.

Com o tempo, foi observado que a prática poderia economizar uma boa quantia de custos para a logística. Sem a necessidade de enfrentar alto mar, os navios não precisam ter um porte ou equipamento tão refinado quanto os demais.

É verdade que cada país possui sua própria legislação para a prática da cabotagem, nos Estados Unidos, por exemplo, é obrigatório que o dono do navio e pelo menos 75% de sua tripulação sejam cidadãos do país.

Já no Brasil, apesar de não haver uma implicação quanto a nacionalidades, a cabotagem ainda é um processo meio complicado de se lidar, devido a tantas restrições burocráticas. Hoje, apesar de não fazer muito sentido, ainda é mais vantajoso o transporte em alto mar ao processo de cabotagem.

Então, já conhecia esse sistema? Continue acompanhando nosso blog para saber mais curiosidades logísticas.